Posts com Tag ‘discriminação’

“I Have a Dream” (Eu tenho um Sonho)

Em 28 de agosto de 63 a frase se tornou histórica. Foi quando Martin Luther King fez o seu discurso em Washington.

Hoje continuamos tendo sonhos…


A diferença está no sonhar e fazer acontecer. Os sonhos que fazem diferença são aqueles pelos quais lutamos e perseveramos até o final. Os sonhos que realmente fazem diferença são aqueles que não estão focados em nós mesmos… sonhar fora de foco!

E você… tem um sonho?


by Hudson Parente

Anúncios

Fantasmas

Semana passada assistimos ao filme de produção britânica “Ghosts”. Filme baseado em acontecimentos reais, retrata a situação de imigrantes chineses ilegais vivendo na Inglaterra e as dificuldades que passam por lá. Me fez lembrar o documentário “Nação Oculta”, comentado no post “impressões.41”. A atriz principal, Ai Qin Lin, foi uma imigrante ilegal no Reino Unido na vida real, deixando seu filho para trás para tentar algo melhor para o futuro dos dois.

Ghosts

Interessante geralmente termos esse instinto de protejer o que “é nosso”, que pode ser algo bom. Mas qdo deixamos de ser hospitaleiros e nos sentimos no direito de desprezar aqueles que não são nossos compatriotas, ou que julgamos não merecer o mesmo que nós, perdemos um pouco mais de nossa humanidade; esquecemos que somos iguais. Irmãos do filho pródigo…

A forma como esses imigrantes escolhem viver, de forma ilegal e entrando em dívidas exorbitantes para apostar numa roleta russa, com certeza tem suas consequências.

Escolhas erradas trazem finais trágicos… desnecessários…

Apesar de não endossar ou concordar com algumas das mensagens de “Ghosts” (filme e site), é um relato interessante para se ter consciência e ser assistido.


by Hudson Parente


impressões.41

Publicado: dezembro 10, 2008 em Comportamento, Filme, Mudança
Tags:, , , ,

Nação Oculta

Assistí ontem junto com alguns amigos, o documentário “Nação Oculta – Os Bolivianos em São Paulo“, de Diego Arraya, apresentado pela TV Cultura em celebração ao 60 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos.  O filme nos coloca a par do que vem acontecendo com os imigrantes bolivianos em nossa cidade; posso dizer que foi extremamente desconfortante ver o modo como esse povo vizinho nosso vem sendo tratado por nós. 

Nação Oculta

Os bolivianos vêm sofrendo exploração trabalhando em oficinas clandestinas de costura. Além do documentário, Diego tem trabalhado junto aos imigrantes bolivianos com aulas de alfabetização e informática. 

Que não nos esqueçamos que somos parte de um todo; que podemos e devemos respeitar, abrir os braços e estender nossas mãos.

 

by Hudson Parente