Arquivo da categoria ‘Filme’

doisouum

Casar é fácil, permanecer casado é arte…

Como casar certo? Pois é aí que grande parte dos casamentos acabam: antes mesmo do início.

Talvez, se percebermos a importância de pensar, realmente pensar e analisar com quem vamos casar podemos estar dando já alguns passos para uma decisão acertada. Pensar com a mente, não com o coração.

Frio? Não acredito.

Afinal, amor vai muito além de um sentimento; amor é escolha.

E aí vem a arte de permanecer casado:

Escolher estar casado e escolher como referência total de vida as palavras do Idealizador do casamento.

 

Imagens by Hudson e Dalila Parente

Edição by Dalila Parente

Trilha by Hudson Parente

Anúncios

Pai, como você está?


Já se foi mais um dia dos pais e talvez não tenhamos parado para pensar sobre esse relacionamento pai – filho. Há alguns meses atrás assistimos à: “How are you, Dad?”  (veja o trailer) – um filme pouco convencional, para quem quer sair um pouco do circuito Hollywoodiano e experimentar a linguagem asiática de cinema.

A produção taiwanesa é composta de 10 curtas que apresentam a dinâmica da complexidade da relação pai e filho. Não curtí todos os curtas, mas alguns me fizeram pensar no meu relacionamento com meu pai/mãe e com outras pessoas.

De tempos em tempos pararmos e refletirmos sobre nossos relacionamentos… pai-filho(a), mãe-filha(o), Deus-eu (e você)…

Tempos de manutenção…


by Hudson Parente

Fantasmas

Semana passada assistimos ao filme de produção britânica “Ghosts”. Filme baseado em acontecimentos reais, retrata a situação de imigrantes chineses ilegais vivendo na Inglaterra e as dificuldades que passam por lá. Me fez lembrar o documentário “Nação Oculta”, comentado no post “impressões.41”. A atriz principal, Ai Qin Lin, foi uma imigrante ilegal no Reino Unido na vida real, deixando seu filho para trás para tentar algo melhor para o futuro dos dois.

Ghosts

Interessante geralmente termos esse instinto de protejer o que “é nosso”, que pode ser algo bom. Mas qdo deixamos de ser hospitaleiros e nos sentimos no direito de desprezar aqueles que não são nossos compatriotas, ou que julgamos não merecer o mesmo que nós, perdemos um pouco mais de nossa humanidade; esquecemos que somos iguais. Irmãos do filho pródigo…

A forma como esses imigrantes escolhem viver, de forma ilegal e entrando em dívidas exorbitantes para apostar numa roleta russa, com certeza tem suas consequências.

Escolhas erradas trazem finais trágicos… desnecessários…

Apesar de não endossar ou concordar com algumas das mensagens de “Ghosts” (filme e site), é um relato interessante para se ter consciência e ser assistido.


by Hudson Parente


Sabedoria.3

“A paciência é a companheira da sabedoria.”

Sto. Agostinho

Paciência...

 

Alguns dias atrás assistimos Su-ki-da, um filme japonês nem um pouco pop. Ele gira em torno de dois personagens mostrando-os em dois tempos diferentes. O filme tem seu próprio passo; takes por vezes compridos e cenas silenciosas. Diferente.

Interessante notar como se torna atípico assistir à esse tipo de filme, onde nem tudo é rápido, onde as coisas não acontecem uma atrás da outra sem dar tempo para pensar, onde é preciso esperar para ver…

Esperar… algo que a sabedoria supérflua dos tempos pós-modernos ignora completamente. Não temos paciência em nada: filas, trânsito, conversas, pessoas, aprender aos poucos a sermos mais sábios… 

“Su-ki-da” talvez agrade a muito pouca gente com seu jeito de contar uma história simples de forma calma, paciente em seus poucos diálogos, narrativa e cenas longas. Um verdadeiro exercício para nossa geração velocidade e informação. 

Respirando… vivendo… calma e pacientemente…

Paciência e sabedoria; alimentando uma à outra.

Sabedoria… buscando-a insistentemente e pacientemente… mais do que tudo…

 

“A sabedoria do homem lhe dá paciência.”

Provérbio do rei Salomão


 

by Hudson Parente

Consciência

Na Europa querem banir as TVs de plasma como medida de proteção ao meio ambiente; elas consomem mais do que o dobro de energia se comparadas com as TVs convencionais ou de LCD. Excelente. É hora de acordarmos para os problemas em nosso planeta e agirmos conscientemente.

Stop the madness

Para quem quiser ter idéia de alguns desses problemas que vem acontecendo, o filme “Uma Verdade Inconveniente” pode ajudar.  O filme também acompanha um outro dvd, um documentário do Greenpeace Brasil muito interessante e atual.

Podemos e devemos cuidar melhor daquilo que Deus colocou aos nossos cuidados…

 

by Hudson Parente