Quando Ninguém Vê.3


Talvez todos sejamos grandes fingidores… mas talvez tenhamos a opção de não sermos…

“E se eu disser que não sou como os outros?

E se eu disser que não sou apenas um outro de seus brinquedos?

Você é o fingidor (o impostor, falso)

E se eu disser que eu nunca vou me render?”


Trecho da excelente “The Pretender” do Foo Fighters

(veja o vídeo!)

luta contra o fingidor... (foo fighters)

A luta… o início da mudança pode estar mais próximo… se diante do espelho admitirmos: “Você é o fingidor”

A música continua:

“Eu sou a cara que você tem que enfrentar refletida no seu olhar”

Talvez o maior desafio seja encaramos nosso próprio reflexo e enfrentarmos o “eu” que somos…

Como já dizia uma das chamadas do fime O Homem Aranha: “A maior batalha, é a interna.”


A luta entre a nossa Poesia e o nosso Caos


“Então quem é você

Sim, Quem é você?”


Trecho de “The Pretender” do Foo Fighters


Nunca se renda…nunca desista de ser o melhor que você pode ser… mesmo quando niguém vê…


by Hudson Parente

foto montagem: Dalila Parente

comentários
  1. diego disse:

    fala hudson , cara gostei muito de suas reflexoes, estao me ajudando muito, primeira vez que entro neste blog, a partir do blog do sandro, nao tenho muito costume de usar a internet, muito legal mesmo, gostei do texto sobre carater, valeu , Paz, abraço
    Diego

  2. poesianocaos disse:

    Legal Diegão, valeu a força cara!
    Tô voltando… vem + impressões por aí…
    Abraço

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s